domingo, 3 de fevereiro de 2013

Velociraptor



Dos muitos trabalhos interessantes que os meus alunos de TIC de 7.º  e 8.º ano realizaram no final do primeiro semestre, este é o que me deixa mais orgulhoso. Não é o que tem resultados finais mais complexos (alguns dos mundos em Minecraft ficaram com uma diversidade espantosa de espaços a explorar) nem é daqueles que ficaram estéticamente mais apelativos (nisso os melhores foram indubitavelmente alguns dos modelos arquitectónicos em Sketchup). Mas em termos de complexidade oculta num processo difícil de trabalho este é sem dúvida o trabalho que se destaca.


O dinossauro foi modelado por um aluno de oitavo ano que apesar da dificuldade do trabalho nunca desistiu. Foi criado a partir da montagem, posicionamento e rotação de formas primitivas, que obriga a um forte esforço mental de conceptualização do objecto a recriar em 3D. Para tornar as formas mais próximas do objecto real foi ainda necessário manipular directamente vértices e superfícies, algo que não é nada fácil. O programa utilizado foi o Vivaty Studio, pensado para criação de mundos virtuais em VRML/X3D e que contém algumas ferramentas avançadas de modelação. Modelar em 3D é um misto de escultura e puzzle mental.


Para terminar, o objecto foi convertido para o formado obj no Meshlab para se poder utilizar o UV Mapper para gerar um mapa de texturas editável no Gimp e novo objecto com as coordenadas correctas para aplicação noutros programas. O modelo final foi exportado para VRML sem compressão e incorporado no Sketchfab. Ao Pedro, o aluno que em dezembro se virou para mim e me disse "stor, quero fazer um velociraptor em 3D", vai um grande parabéns pelo esforço, pelos resultados e pela persistência.

Sem comentários:

Publicar um comentário