sábado, 21 de março de 2015

É este o espírito.


A ideia era fazer uma demonstração de impressão 3D integrada nas comemorações da semana do departamento de matemáticas e ciêncas experimentais. Felizmente, o dia que tinha planeado para isto correu-me mal. Dei por mim a combater um anti-vírus em excesso de zelo que insistia que uma aplicação crucial de backoffice era um risco e fui obrigado a adiar a demo para o dia seguinte. E ainda bem. Distraído como sou não me tinha apercebido que nesse dia os alunos da EB1 da Venda do Pinheiro viriam fazer uma visita à escola sede.

A beethefirst ficou rodeada por alunos de quarto ano. Retirei a tampa de cima porque o filamento que usei causou-me alguns problemas, e mantive-a aberta para que pudessem ver por dentro um pouco de como é a impressora.

Despertar a curiosidade. É o primeiro passo para incentivar a aprendizagem e criatividade.

Sem comentários:

Publicar um comentário