sábado, 16 de outubro de 2021

Tynker: Desenhar com Programação


Para este desafio, vais precisar de utilizar a app Tynker, que podes descarregar para Android. Clica aqui: Tynker

Programar um Desenho

Para programar este desenho, terás de escolher um ator, e programá-lo para, primeiro, desenhar uma figura geométrica. Depois, usamos rotações e ciclos para gerar o padrão.

Neste vídeo, descobres como programar o teu desenho.

Exemplos de Código - Quadrado:


Para programar o quadrado, precisas de criar um evento (On Start), definir a posição inicial do teu ator (Go To) e ativar a caneta (Pen Down). Em seguida, vais definir o movimento do ator com blocos de movimento (Move) e rotação (Turn). Como o quadrado repete quatro vezes o mover e rodar 90 graus, usas um ciclo (Repeat) para programar sem ter de repetir os blocos de código desnecessariamente.

Exemplos de Código - Gerar Padrões


Nesta imagem, visualizas todo o código do programa. É simples - a seguir ao ciclo repete 4, vamos inserir mais uma rotação (Turn) e podemos também alterar as cores (Change Pen Colour). Colocamos tudo isto dentro de mais um ciclo (Repeat). 

Para garantir que o nosso desenho dá uma volta completa, podemos recorrer a uma operação matemática simples. Rodar significa deslocar-se 360º. Para saber quantas vezes temos de repetir o ciclo, basta dividir 360º pelo número de graus que indicámos na segunda rotação. Se dividirmos 360º por 5, obtemos 72, o número de vezes que o ciclo tem de repetir para dar a volta completa. Se variarmos o número de graus da segunda rotação, e dividirmos esse número por 360, vamos obter outros padrões visuais.

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

EU Codeweek: Coding on Mobile Devices


Dia 13 de outubro, online, tive a oportunidade de partilhar a experiência que vou tendo com o Pocket Code no TeachMeet do Online Bootcamp da EU Codeweek. Todo o evento pode ser visto aqui: Online Bootcamp MOOC: Best practices in EU Code Week TeachMeet.

Coding on Mobile Devices: Fostering CT and Coding Skills Using Mobile Devices

Why? Part of my experience comes from pandemic restrictions, but using mobile devices in education is, for me, a locigal extension of computing modes. A smartphone, a tablet, is essentially a small yet powerful computer, that enables us to go beyond desktop and laptop’s restrictions. They're other mode of computing, which I believe we can harness to further spark our pupils skills and abilities. Remember: which is the device that is always in your pocket, or near you, that no one leaves home without? Also, it’s a personal device, intimate, an extension of your being. so, why not use it to create?

Why not? On the other hand, smartphones are small devices; they expand or complement, but do not substitute, computers. Small devices and screens always bring questions about body posture, or eye strain. That’s something that must not be overlooked. Some of the most popular coding environments do not fit into small screens - for exmaple, Code.org is hard to use; Scratch is unusable. Coding apps on app stores are mostly very basic, focusing too much on step by step games that teach coding concepts, but are not development environments that allow children to create their own algorithms.

Which apps? I’ve started a couple of years ago with Tynker, which translates very well the type of interface that Scratch got us used to to mobile devices. Still, lately, I’ve fell in love with Pocket Code as a coding environment for children using mobile devices. Why? It’s developed specifically to fit any screen, especially small screens. It’s also free, developed by teams of volunteers led by researchers at TU Graz.

Pocket Code: Pocket code works on most mobile devices ,regardless of screen size or OS (some older androids/iOs may be left out). It’s interface was specifically developed for mobile; makes regular use a somewhat clunky experience (always changing screens to access options, blocks, etc.). Adapts the blocks-based interface pioneered by Scratch and recognizes the phone’s sensors  - that means that coding projects can take advantage of mobile-specific technologies like gyroscope, compass, touchscreen, accelerometer, camera, and many others. It’s quite powerful, yet simple to use. The project als has a community component, projects can be shared online, downloaded and remixed. Unlike Scratch, the web version does not run any code, but it shows you the algorithm’s blocks. To be run, Pocket Code projects must always be downloaded to a mobile device.

domingo, 10 de outubro de 2021

Programa o Teu Foguetão (No Telemóvel)


Sábado, dia 9 de outubro, desenvolveu-se o workshop Programa o Teu Foguetão (no Telemóvel). Os participantes puderam experimentar a criação de um pequeno algoritmo para animar um foguetão, usando o ambiente Pocket Code.


A ideia partiu do Code Club Book of Scratch, que tem  um pequeno desafio com foguetões, que adaptei para o ambiente Pocket Code. A opção foi por uma abordagem muito diretiva, fazendo os participantes seguir as instruções de programação passo a passo. No final, não só finalizaram os passos esperados do programa, como ainda quiseram ir mais longe, e terminámos a mostrar como podem programar o telemóvel para reconhecer rostos no Pocket Code.


á vários anos que a Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro em Telheiras é a casa do Fórum Fantástico, uma das mais antigas e persistentes convenções dedicadas à Ficção Científica, Fantasia e outros géneros do fantástico nas várias vertentes, entre literatura, banda desenhada, animação, cinema, jogos (vídeo e não só), cosplay e outras artes. É um ponto de encontro anual de fãs e criadores, com um forte sentido de comunidade. Temos desenvolvido para este evento, no âmbito da programação ligada ao público infanto-juvenil, algumas sessões sobre tecnologia, e este ano a ideia foi de criar um workshop rápido de introdução à programação e pensamento computacional. Daí o tema - o foguetão é um ícone clássico da ficção científica.

Este ano, com as restrições pandémicas, o potencial de participação estava muito reduzido, mas não deixou de ser um encantador momento com dois pequenos participantes, que saíram da sessão esfuziantes por terem conseguido programar o seu foguetão. 

Este foi um evento EU Codeweek 2021.

terça-feira, 5 de outubro de 2021

EU Codeweek: #ArtCoding

 


#ArtCoding: a challenge for everyone that feels that STEM needs the Arts. Why not use Codeweek as an opportunity to explore coding and robotics as artistic mediums? So, join us if your Codeweek challenges participants to create something, to code drawings using visual environments (Scratch, Pocket Code, Tynker and so on), Processing, P5.JS, turtle.py;  to build or program drawing and painting robots; manipulate or create intringuing images using AI; coding animations; explore 3D modeling and computational thinking; painting in VR. Join us with the Codeweek for All code, or, more importantly, share your students imaginative coding and other technology-mediated art projects using the #artcoding hashtag. Let's show how technology can create beautiful art?

Workshop 3D IV CNPI

 

Já se sentia a falta. Ontem, finalmente, iniciou-se o regresso às sessões presenciais com uma sessão sobre 3D. E, já que estamos a recomeçar e o grupo necessariamente pequeno, para manter as regras de segurança pandémica, a tentar fazer algo mais diferente. Em vez de workshop programado com algo específico, algo mais aberto, construído informalmente a partir das necessidades expressas pelo grupo.


Na pequena demonstração da tangibilização do 3D, não resisti a demonstrar o Espantoso Espantador de Crianças (E Adultos Também), porque é mais um exemplo de como o 3D se integra em projetos interdisciplinares, mesmo que sejam uma piada para despertar a atenção dos alunos pequenos.

O workshop decorreu na ES D. Dinis, como parte das atividades do IV Congresso Nacional de Professores de Informática dinamizado pela ANPRI.


Isso explica o regresso ao Tinkercad, uma plataforma sobre a qual já perdi o interesse. Pessoalmente, prefiro as plataformas para dispositivos móveis (3DC e Onshape) ou a flexibilidade artística do Sketchup. E os formandos também as descobriram, bem como o mundo da partilha de recursos do Sketchfab ao Scan the World. Mas, para iniciação, regressa-se ao Tinkercad para dar os primeiros passos na modelação. E, pelo caminho, perceber qual a relação entre a modelação 3D e o pensamento computacional.

Já fazia falta. Estes tempos de pandemia trouxeram a proximidade do digital, e espero que isso fique, há tanta coisa que faz mais sentido à distância ou em contextos mistos. A tradicional formação pós-laboral, por exemplo, beneficia imenso com o online, faz pouco ou nenhum sentido passar três horas mais o tempo de deslocação para o local para este tipo de formação. Mas o online per se não é o suficiente, e especialmente nota-se isso em sessões tipo workshop. Online, não passam de longas palestras em que o formador fala, mostra, demonstra, e os participantes assistem. Presencialmente, podem ser momentos de partilha mútua e interativa, mais do que um percurso fechado de aprendizagem. Ontem, passámos do telemóvel a dicas de configuração de impressão 3D. Informalmente, dialogando. Pessoalmente, estava a fazer-me falta.

sábado, 2 de outubro de 2021

Programar um Taumatrópio

Programar um Taumatrópio

Atividade desenvolvida em parceria com a equipe do Plano Nacional de Cinema. Tem como objetivos articular a disciplina de TIC com as vertentes culturais do PNC, aproveitando a animação simples como forma de introdução à programação e pensamento computacional através do desenvolvimento de pequenos algoritmos.

Vamos Programar uma Animação?

Um desafio: vamos criar um programa que imite no telemóvel o tipo de animação do Taumatrópio?

Neste vídeo, descobres como usar o Pocket Code para criar uma pequena animação. Vais necessitar de:

  • Ter instalado o Pocket Code no teu telemóvel ou tablet;
  • Criar um cenário (no exemplo, em branco, mas podes usar as cores que quiseres);
  • Criar uma personagem, quer seja desenhada por ti, ou importada da biblioteca do Pocket Code. Atenção: a personagem terá de ter pelo menos dois trajes.

Código da animação:

Aqui, podes visualizar os blocos que necessitas para criar esta animação.


O código é muito simples. Precisas de um ciclo Forever (Repete para Sempre), um bloco Próxima Aparência, e um bloco Aguarda ... Segundos.

Experimenta diferentes valores para o tempo, para que a tua animação corra mais depressa ou mais devagar.

O que é um Taumatrópio?


O que é um taumatrópio? Este antigo brinquedo óptico vem dos primórdios da animação e do cinema. Ao ser rodado, provoca no nosso olhar a impressão que duas figuras distintas se estão a mover. 

Queres aprender a construir um Taumatrópio?

É muito fácil. Precisas de uma cartolina recortada num círculo, elásticos, materiais riscadores para desenhar e pintar personagens, e de um furador para criar orifícios para inserir os elásticos. É muito simples construir um dos mais antigos dispositivos de animação. Os professores de Educação Visual podem ajudar-te!

Neste vídeo, podes descobrir um pouco mais sobre este instrumento, e ver como o construir.

domingo, 26 de setembro de 2021

#Codeweek2021@Bit2Geek


Ao longo do mês de outubro de 2021, o portal de divulgação tecnológica e científica Bit2Geek irá dar destaque à EU Codeweek e seus temas, através de uma série de artigos que irão divulgar a um público generalista a iniciativa EU Codeweek, as questões ligadas ao Pensamento Computacional, ideias para atividades e aplicações de programação e robótica para crianças e jovens. Os artigos dedicados a este evento estão identificados pela etiqueta EU Codeweek 2021: https://bit2geek.com/tag/eu-codeweek-2021/.

Fórum Fantástico: Programa o teu Foguetão (no Telemóvel)


Como parte da programação do Fórum Fantástico 2021, as crianças podem descobrir como programar nos seus telemóveis, usando um ambiente de programação por blocos especialmente desenvolvido para estas idades e tipos de dispositivo. 

A sessão é gratuita e irá decorrer no Espaço Juvenil da Biblioteca Municipal Orlando Morais, Telheiras, dia 9 de outubro pelas 17:30.

Programámos uma sessão simples, acessível a crianças que não tenham conhecimentos prévios de programação ou se estejam a iniciar. O desafio é o de criar uma pequena animação, programando elementos gráficos no telemóvel, usando a linguagem de programação Pocket Code.


Devido às condicionantes pandémicas, a participação nesta sessão será restrita a até cinco crianças.

A sessão será desenvolvida no ambiente de programação Pocket Code (https://share.catrob.at/app/). Este pode ser instalado em dispositivos Android aqui: https://play.google.com/store/apps/details?id=org.catrobat.catroid. Para iOS ou Huawei, verifique  site. No entanto, dispomos de equipamentos para a sessão, que serão devidamente higienizados. De acordo com as regras DGS para sala de aula, solicitamos o uso de máscara e material de higienização por parte dos participantes.

Inscrições aqui: https://forms.gle/6hc8GQbJ8sXAw3P99.

Programa completo do Fórum Fantástico: Fórum Fantástico 2021.

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

ACD-6: Introdução à Realidade Aumentada


Descobrir aplicações de Realidade Aumentada e criar uma pequena experiência AR é o desafio deste workshop, que cruzará o computador com dispositivos móveis. Aberto a todos os interessados, em parceria com o CFAERC, irá decorrer no espaço do Centro de Recursos Poeta José Venha, Agrupamento de Escolas Venda do Pinheiro. Inscrições aqui: CFAERC Plano de Formação.

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

ACD-5: Expressão Plástica com Inteligência Artificial

 


Das apps de transferência de estilos aos Colab Notebooks que nos permite interagir com GAN, esta ação de curta duração desafiará os participantes a experimentar o potencial criativo da Inteligência Artificial, sem necessitar de noções complexas de programação. ACD creditada em parceria com o CFAERC, que irá decorrer no dia 22 de janeiro no espaço do Centro de Recursos Poeta José Fanha, Agrupamento de Escolas Venda do Pinheiro. Inscrições aqui: CFAERC Formação.


Programação em Stop Motion


Em articulação com o Plano Nacional de Cinema do AE Venda do Pinheiro, os alunos de TIC, 5º ano vão aprender a programar pequenas animações no telemóvel. Em atividades de introdução à programação e pensamento computacional, vão criar pequenos algoritmos no ambiente de programação Pocket Code, animando e movimentando personagens. Em simultâneo, nas aulas de Educação Visual, os alunos irão aprender a construir taumatrópios. Com esta atividade, interligamos as artes com tecnologia digital, mostrando que com programação, podemos criar os efeitos  óticos que estão na génese da magia do cinema.

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

ACD-4: Narrativas Digitais com Programação


Dia 2 de dezembo, será dinamizada uma ação de curta duração focada no desenvolvimento de competências de pensamento computacional através da criação de narrativas digitais com programação, no espaço do Centro de Recursos Poeta José Fanha, AE Venda do Pinheiro. Inscrições aqui: CFAERC Inscrições.

ACD-3: Programar no Telemóvel


Dia 13 de novembro, será dinamizada uma ação de curta duração sobre programação em telemóveis, focada no desenvolvimento de competências de pensamento computacional usando dispositivos móveis, no espaço do Centro de Recursos Poeta José Fanha, AE Venda do Pinheiro. Inscrições aqui: CFAERC Inscrições.

ACD-2: Robótica Virtual

 


Dia 16 de outubro, será dinamizada uma ação de curta duração sobre robótica virtual, no espaço do Centro de Recursos Poeta José Fanha, AE Venda do Pinheiro. Inscrições aqui: CFAERC Inscrições.

terça-feira, 27 de julho de 2021

Projetos Finais de TIC (Diversos)

 Este ano, os projetos finais de TIC foram em modo livre. Os alunos podiam escolher temas e tecnologias ao seu gosto, dentro das abordadas na disciplina. Desafio adicional: desenvolver o seu projeto individual usando tecnologias móveis. Partilhamos aqui os melhores criados em aplicações diversas para telemóvel, propostas pelos alunos.





segunda-feira, 26 de julho de 2021

Projetos Finais de TIC (Documentos)

 Este ano, os projetos finais de TIC foram em modo livre. Os alunos podiam escolher temas e tecnologias ao seu gosto, dentro das abordadas na disciplina. Desafio adicional: desenvolver o seu projeto individual usando tecnologias móveis. Partilhamos aqui os melhores projetos de criação de documentos, criados em Google Docs e Google Sheets.







O poema é especialmente encantador.

domingo, 25 de julho de 2021

Projetos de TIC: Programação (Scratch)


 Este ano, os projetos finais de TIC foram em modo livre. Os alunos podiam escolher temas e tecnologias ao seu gosto, dentro das abordadas na disciplina. Desafio adicional: desenvolver o seu projeto individual usando tecnologias móveis. Partilhamos aqui os melhores projetos de programação, criados em Scratch.


Projetos de 5º ano






Projetos de 6.º ano.

sábado, 24 de julho de 2021

Projetos de TIC: Inteligência Artificial

 Este ano, os projetos finais de TIC foram em modo livre. Os alunos podiam escolher temas e tecnologias ao seu gosto, dentro das abordadas na disciplina. Desafio adicional: desenvolver o seu projeto individual usando tecnologias móveis. Partilhamos aqui os melhores criados usando interfaces de inteligência artificial, como a DeepDream ou a Nvidia GauGAN:






Projetos de 5º. ano.



Projetos de 6.º ano.

sexta-feira, 23 de julho de 2021

XX Encontro das TIC na Educação

Nos dias 20 e 21 de julho, o desafio passou (virtualmente) por Leiria. Estivemos presentes no XX Encontro das TIC na Educação, organizado pelo CCEMS. Com uma enorme vontade de estar presencialmente em Leiria, mas o momento ainda não é o mais propício a isso.

Dia 20, partilhou-se a experiência de trabalho em TIC utilizando exclusivamente tecnologias móveis no AE Venda do Pinheiro, uma adaptação pandémica que teve os seus pontos positivos e negativos, mas que essencialmente permitiu aprofundar outras vertentes das tecnologias digitais. O registo da apresentação pode ser visto aqui: XX Encontro das TIC na Educação - Dia 20/07/2021.

 

Dia 21, foi um momento de partilha sobre modelação 3D, dispositivos móveis e Pensamento Computacional, num workshop onde se tentou explorar a ligação entre o pensamento computacional e os processos de modelação 3D. 


Deu para fazer a sessão a partir do espaço Maker do Centro de Recursos Poeta José Fanha, na nossa escola, um espaço que este ano tem estado parado, devido às condicionantes.


Deixo aqui um registo da apresentação de apoio à sessão. Esperamos que as sessões tenham contribuído com reflexões e ideias para a comunidade, porque juntos, partilhando, aprendemos mais e melhor.

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Projetos de TIC - 3D


Este ano, os projetos finais de TIC foram em modo livre. Os alunos podiam escolher temas e tecnologias ao seu gosto, dentro das abordadas na disciplina. Desafio adicional: desenvolver o seu projeto individual usando tecnologias móveis. Partilhamos aqui os melhores projetos 3D, criados com a app 3DC.io:

TIC_5_2021 by aevp on Sketchfab


Projeto de 5.º ano.

TIC6_2021 by aevp on Sketchfab


Projetos de 6.º ano.

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Sementes

 

Coisas que nos animam: receber uma partilha de experiências vinda de um jardim de infãncia da Golegã, que implementou com os seus meninos um projeto sobre os cavalos.


Um projeto que teve várias componentes, e uma aqueceu-nos o coração: os meninos envolvidos modelaram em 3D, usando tablets, pequenos cavalos que depois foram impressos nas impressoras 3D. Só posso imaginar o sorriso de deslumbre destas crianças, ao ver as suas criações digitais a emergir da impressora.


Este trabalho teve origem numa formação ANPRI dedicada a docentes e assistentes da região da CIMLT, focada nas escolas da zona da lezíria do Tejo. Como formador, sei que as formações sempre deixam alguma marca, mas no caso desta, foi muito bom ficar a conhecer um resultado prático.

O registo completo do projeto, que envolveu outras vertentes para lá do 3D, pode ser visto aqui: Laboratório Vivo.

sexta-feira, 25 de junho de 2021

Curtas Lab Aberto


Terminou ontem um dos desafios deste ano: as Curtas Lab Aberto. 30 minutos mensais sobre uma tecnologia/aplicação, desafiando a explorar as suas potencialidades na educação. A iniciativa partiu do plano de atividades do Lab Aberto Fablab, com o qual colaboramos, com o objetivo de divulgar o fablab e suas atividades, e explorar de forma introdutória tecnologias com potencial na educação. 


A lista completa passa por diferentes formas de usar ferramentas digitais na educação, com foco no fazer e na criatividade:






A lista de reprodução, que esperamos que cresça, inclui um webinar colaborativo entre a Mauser e o Lab Aberto sobre Introdução ao Arduino.

O mais desafiantes destas curtas, é serem... curtas, obriga a uma enorme disciplina e foco no mais essencial. Esperamos que a ideia tenha pegado, seria muito interessante que a equipa pluridisciplinar do Lab Aberto criasse mais momentos destes, curtos, para despertar para o potencial da cultura Maker na Educação. Em Setembro, veremos se se poderá dar continuidade a este projeto do Lab Aberto.

terça-feira, 8 de junho de 2021

Workshop Fab Experience: Introdução ao 3D

 


Intensivo, a cobrir estas tecnologias da modelação à impressão, passando por recursos, várias ferramentas, dicas e truques. Integrado na Fab Experience do Lab Aberto Fablab. Dia 4 de junho, a partir do makerspace do Centro de Recursos Poeta José Fanha.



Valha-me um telemóvel semi-avariado que é imensamente útil enquanto câmara. Sou totalmente voluntário nestes workshops, o meu eventual rendimento reverte para auxiliar as despesas da Associação Lab Aberto Fablab.