quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Magia do Cinema


Daqueles momentos que não estão previstos nem é possível planear. Eu estava pelo gabinete dos servidores às voltas com impressões 3D, as professoras de história a dar aula de substituição sem plano de aula e com um pequeno problema no computador da sala de aula. E que tal, perguntei, se aproveitássemos que hoje é o nosso Dia do Cinema e eles não têm actividades? Foi assim, de forma imprevista e improvisada, que uma turma de quinto ano pode assistir aos primeiros filmes da história do cinema, contextualizados dentro da História e aprendendo algo sobre como se faz cinema. O que nos deliciou foi ver estas crianças de hoje, crianças do futuro, deliciadas a sorrir e rir com os velhinhos Gertie The Dinosaur de Winsor McKay e Steamboat Willie de Walt Disney, afugentados com a expressão do Fantasma da Ópera na visão de Lon Chaney, o homem das mil faces, ou a perceber que aquele gesto que fazem ao tentar agarrar as partículas no ar quando vão ao cinema ver um filme em 3D estereoscópico é a mesma atitude daqueles que, há mais de cem anos atrás, se inquietaram com a visão da locomotiva que os irmãos Lumiére filmaram a entrar na gare de La Ciotat.

Sem comentários:

Publicar um comentário