domingo, 29 de novembro de 2015

Workshop de Introdução à Impressão 3D - Professores


É um pouco ingrato dinamizar uma formação sobre impressão 3D para professores quando só se dispõe de uma impressora. O desejável seria planear uma actividade que permitisse aos participantes modelar e imprimir um pequeno objecto, mas as condicionantes técnicas da tecnologia impedem para já este tipo de formação. Talvez lá chegaremos. Sonhar não custa, e gera ideias de trabalho.

Sábado, dia 28 de novembro, as TIC em 3D rumaram à sala Escola do Futuro da Fundação Portuguesa das Comunicações para dinamizar um workshop, possível graças à colaboração com a Associação Nacional de Professores de Informática  e Agrupamento de Escolas Venda do Pinheiro. Foi o primeiro que dinamizámos para professores, com creditação de formação de docentes graças à legislação sobe acções de curta duração. Talvez tenha sido a primeira destas iniciativas a nível nacional, leccionada por professores e destinada a professores. A impressão 3D desperta a curiosidade, tem potencial pedagógico, e vai chegando às escolas, daí a importância deste tipo de acções que despertem o interesse, se focalizem na vertente pedagógica, e deixem a faísca técnica para que docentes menos experientes na modelação 3D arrisquem o iniciar do seus percursos.



No workshop foi seguido o seguinte esquema:

1) Colocar a beethefirst a imprimir: carregar filamento, importar STL, operações de escala e rotação,  imprimir com antevisão, suportes, raft, infill e impressão. Logo nos primeiros momentos, com os participantes à volta da impressora com as zonas acessíveis abertas e visíveis.

2) Apresentação: o que é impressão 3D, possibilidades educacionais (artísticas, demonstração, construção, PBL), como fazer, tipos de impressoras, modelos 3D online, modelar em 3d (software), condicionantes da impressão 3D (em modelo e físicos), e Tinkercad.

3) Introdução ao Tinkercad: Espaço de trabalho, Conjugação de primitivos, Operações booleanas, Shape generators, importação de ficheiros SVG import e exportação de ficheiros STL. Concretizado com três demonstrações simples: o criar um castelo (introduzir o espaço de trabalho e modelar com primitivos),  conceber um porta-chaves personalizado (aprofunda as operações booleanas) e desenhar em 2D com o Inkscape para extrudir no Tinkercad. Sublinhando que são projectos facilmente exequíveis em sala de aula, e que traduzem directamente as experiências do dia a dia a procurar formas de introduzir a impressão 3D na escola.

Foram doze participantes neste primeiro workshop. O esquema seguido foi de tomada de contacto com uma impressora 3D, alguma reflexão sobre potenciais pedagógicos, modelação e impressão 3D, e uma introdução prática ao Tinkercad. Três horas intensas, muito gratificantes.

O próximo desafio será em Mafra, já no próximo dia 2 de dezembro.

Sem comentários:

Publicar um comentário