sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Instantes


Em TIC, a trabalhar nos projectos finais. Este Stonehenge é particularmente interessante porque requer um tipo de trabalho de modelação 3D mais apurado do que a extrusão de superfícies.






Mas mesmo apenas recorrendo à extrusão, os nossos alunos esmeram-se.






Drones a voar na biblioteca da escola? E porque não? As bibliotecas de hoje são espaços abertos às novas literacias. A imagem de espaço de silêncio e recolhimento, reforçada pelo olhar assassino da bibliotecária austera caso algum utente ouse restolhar as páginas do livro, não é de todo a de uma biblioteca de hoje. Não é por acaso que desenvolvemos as atividades do LCD no espaço da biblioteca. Ela é, de facto, a nossa sala de aula do futuro.



O desafio este ano tem sido envolver mais os alunos no lado técnico da impressão 3D.






Mais dois projectos da vila Rainbow Village a ganharem tangibilidade. Com tempos de impressão entre duas a quatro horas, o ritmo de acabamento é lento. Uma turma está quase terminada.


No LCD, exploramos um pouco mais da modelação 3D...


... ainda de forma pouco estruturada, constroem-se circuitos com os Little Bits...


.... preparam-se personagem e guião para um filme em stop motion (com personagens impressas em 3D, claro)...


... e o Lego RCX é uma excelente maneira de despertar a criatividade mecânica dos alunos.


Nada como um bom voo para terminar a sessão semanal do LCD, e descobrimos que temos um piloto nato de drones no clube. Com a lição aprendida da semana passada, voámos dentro do espaço do Centro de Recursos.

Sem comentários:

Publicar um comentário